Ir para o conteúdo
Contato:
  • São Paulo: (11)94442-4671
    Fortaleza:  (85)99981-9648
    Fixo:          (85)  3181-9644
  • Enviar mensagem
Your language:

Propriedade rural para vender no Amapá

517,00 hectares, com 110 bovinos e 75 bubalinos.

Cód. 001396   |   Estrada do Camaipi, Mazagão-AP   |   Venda
Fazenda   |   106,00 alqueires de área privativa   |   517,00 hectares de terreno

Descrição

*Avaliamos fazendas em todo Brasil. Veja no google: avaliação de fazendas no Pará, ou qualquer estado do nortge e nordeste. Além de Minas, Mato Grosso e Goiás. 

Fazenda para vender no Estado do Amapá, município de Mazagão. Totalmente cercada com arame liso medido 1.000,00 metros de frente com 3.000,00 mil de fundos, com 110 bovinos e 75 bubalinos. Com 50,00 hectares de capim, muita área de lagos para criação de búfalos, muito campo para criação de engorda de gado, energia elétrica, estrada asfaltada, somente 8,0 quilômetros de estradas de terra batida.

Possui ainda um Igarapé com 1.400,00 metros de extensão, e as margens do rio Vila Nova. São 8,0 quilômetros de cercas. 40% de terras planas, 30% em área de várzea, 30% de lagos.

Contato: Paulo Nobre

FORTALEZA - CE.
 
Av. Santos Dumont, 2828,
18º andar, Salas: 1805/06
Aldeota - Fortaleza, Ceará 
Fones: (85)   3181-9644 
Móvel: (85) 99981-9648 
 
SÃO PAULO - SP
 
Maria de Castro Mesquita, 222
Centro - Guarulhos - SP
Móvel: (11) 9994-24671
e-mail: paulo@nobbre.com

Localização

O município: Mazagão

Área: 13.131,00 km²

População: 19.157,00 habitantes

Distância para Capital: 34,00 km

Acesso: Br-156

Altitude: 60,00 metros

Clima: equatorial

Pluviometria: 3.000 mm/ano

Temperatura: 22º a 30º

Municípios vizinhos: Santana, Porto Grande, Pedra Branca do Amapari, Laranjal do Jari e Vitória do Jari.

O Estado: Amapá

Amapá é um dos 27 estados do Brasil. Está situado a nordeste da região norte. O seu território é de 142.828,52 km², sendo delimitado pelo estado do Pará, a oeste e sul, pela Guiana Francesa, a norte com o oceano Atlântico, a leste e o Suriname.

O município de Macapá é a capital e maior cidade do estado.  Ao todo o estado tem 734.995 habitantes, distribuídos em seus 16 municípios. A capital concentra 437.256 habitantes, ou seja, quase 60% da população.

O relevo é pouco acidentado, em geral abaixo dos 300,00 metros de altitude. É um dos poucos estados que, em sua condição geográfica, permite a formação de um conjunto de ecossistemas que vão desde as formações pioneiras de mangue à floresta tropical densa, passando por campos inunáveis e cerrados. 

Foi construída uma ponte binacional sobre o Rio Oiapoque, que liga o estado do Amapá à Guiana Francesa. Localizada a 5 km da cidade de Oiapoque (600 km de Macapá), as obras tiveram início em 13 de julho de 2009 e terminaram no final de 2011 - a um custo aproximado de 71 milhões de reais. 

Na pecuária do Amapá, o rebanho de búfalos já é três vezes maior do que o bovino.(13,5% do rebanho nacional) O rebanho de búfalos no Amapá é estimado em torno de 180 mil bubalinos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), enquanto o de gado bovino está em cerca de 60 mil bovinos. Os bubalinos estão distribuídos em áreas inundáveis do Estado, nos municípios de Amapá, Pracúba, Cutias do Araguary, entre outras localidades da costa do Amapá. 

A pecuária de corte ainda está fortemente marcada pelo uso extensivo da terra e por um baixo padrão zootécnico, o que se reflete na baixa rentabilidade por hectares. No Estado existem 16.709 km² de pastagens nativas de terras inundáveis e algumas centenas de milhares de hectares de pastagens nativas nos cerrados, pastagens que representam a principal fonte de alimentação dos rebanhos. A integração dos sistemas de pastejo dos campos inundáveis com os de cerrado, tem grande potencial para incrementar a produção pecuária do Amapá, sem a necessidade de desmatar áreas de floresta densa. 

Economia: sua economia no setor primário está representada pela criação de gado bovino, bubalino, suíno, caprino e eqüino; avicultura e pesca. São relevantes também as culturas de: feijão, milho, batata-doce, banana, arroz, café, cana-de-açúcar, cacau, côco-da-baía, laranja, fumo, abacaxi, mandioca e pimenta do reino. No setor extrativista são importantes a cultura de castanha-do-Brasil, a extração de madeira para a fabricação do carvão e de móveis e, ainda, a extração do látex da seringueira, comercializada fora do Estado.

A pesca do pirarucu e do tucunaré são bastante praticadas. Quanto ao setor secundário, a extração e fabricação de palmitos de açaí, algumas serrarias e as fábricas de tijolos também merecem registro. Mas o município de Mazagão possui outras riquezas: ferro, ouro, cromita, cassiterita, diamante e columbita. A borracha-do-Brasil, as sementes oleaginosas, a madeira de lei e os animais silvestres, fazem o diferencial do lugar. Mazagão possui ainda uma usina de beneficiamento de arroz. No setor terciário, pequenos comércios (mercearias), alguns bares e o salário do funcionalismo público, complementam a economia.

Endereço

Estrada do Camaipi - Mazagão-AP [ Veja informações e fotos de Mazagão ]

Valor *

VALOR EM REAIS (BRL) R$ 700.000,00
VALOR EM EUROS (EUR) € 133,333.33
VALOR EM DÓLAR (USD) US$ 137,254.90

Forma de Pagamento

à vista

Atendimento Fortaleza - Ceará
Enviar Mensagem
Enviando mensagem...
* Os preços e condições de pagamento são aproximados e poderão sofrer alterações a qualquer momento, não refletindo as condições vigentes.
* Eventualmente, o imóvel apresentado poderá não estar mais disponível para negociação. Consulte-nos para informações atualizadas.
* Os valores em Dólar e Euro são aproximados e podem variar de acordo com as cotações do dia.

Por que comprar vender seu imóvel com o consultor Paulo Nobre

Nobbre

Paulo Nobre - Avaliações e Vendas de Imóveis em todo Brasil.

FORTALEZA - CE
Av. Santos Dumont, 2828,
Aldeota - Fortaleza, Ceará
Fixo: (85) 3181-9644
Móvel: (85) 99981-9648

SÃO PAULO - SP
Maria de Castro Mesquita, 222
Centro - Guarulhos - São Paulo
Móvel: (11) 94442-4671
e-mail: paulo@nobbre.com


© 2013 -2022 Paulo Nobbre - Todos os direitos reservados - CRECI 2948 (desde: 1993)